Bruce Lee e o cinema

Seu amor pelo cinema começou cedo, tendo estrelado seu primeiro filme aos seis anos e tendo atuado em cerca de 20 produções em Hong Kong até os 18 anos, quando retornou aos Estados Unidos. Seus filmes de ação, apesar de poucos, são de excelente qualidade em especial os últimos.

Em seus filmes, Bruce Lee nunca procurava brigas e sempre se envolvia quando provocado insistentemente. Apesar de esquentado, ele sempre aparecia obedecendo os mais velhos ou superiores. Uma coisa interessante é que ele não batia em chineses: seu alvo era sempre alguém de fora, Em “O Dragão Chinês”, o inimigo era tailandês; em “Fúria do Dragão”, japonês; em “0 Vôo do Dragão”, italianos e americanos; em “Operação Dragão”, de nacionalidade incerta, e em “Jogo da Morte”, de diferentes nacionalidades. Seus envolvimentos amorosos eram sempre cercados de timidez, ingenuidade e falta de jeito, tendo protagonizado apenas uma cena de beijo e uma na cama com uma mulher (na qual ele dormiu como um bebê … ).

Sua contribuição ao cinema foi espetacular. Suas coreografias mudaram o modo como as cenas de luta são filmadas. Enquadramento, movimentação de câmeras e ângulos foram completamente redefinidos após seus filmes.

O cinema asiático é o que mais recebeu de seu legado. Os participantes recebiam salários baixíssimos, quando recebiam. Bruce profissionalizou não apenas a carreira de ator como também a dos técnicos responsáveis pelas filmagens. Os filmes não possuíam script, sendo imaginados à medida em que iam sendo filmados. Ele insistiu e brigou por roteiros pré-escritos. Todo o filme era rodado com apenas uma câmera, sendo editado à medida em que ia sendo produzido. Bruce colocou várias câmeras nas cenas e fazia a montagem final após as gravações, como era feito em Hollywood. Os filmes de ação e artes marciais nunca mais foram os mesmos depois dele. Podemos dizer que os sucessos de Jackie Chan, Cynthia Rothrock, Samo Hung e outros devem, em grande parte, serem devidos às mudanças feitas por Bruce Lee na forma como se faz cinema na Ásia, a ponto de Jhon Woo, famoso diretor de Hong Kong, ter feito carreira também em Hollywood.

Imagem

Postado por: Vinícius Lee

Deixe o seu comentário e divulgue o nosso blog!
Curta a nossa página: www.facebook.com/bruceleebr
Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/#!/brucelee_br
Participe do grupo: www.facebook.com/groups/bruceleebrasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s