Anderson Silva amplia arsenal com base no cinema e em Bruce Lee

Bem antes de estudar três propostas para atuar em filmes como ocorre agora, o ex-campeão médio do UFC, Anderson Silva, que daqui a 10 dias enfrenta Chris Weidman em revanche para recuperar o cinturão, se baseava no cinema para moldar seu estilo.

“Eu era fãzaço dos filmes do Bruce Lee”, admite Anderson, que gosta de ter a imagem associada ao astro.

Favorito, Anderson Silva dá de ombros para apostas em rival
“Mas não é só isso não… O Anderson treina em casa com aquele boneco de madeira…”, diz Rodrigo Minotauro, companheiro de equipe.

Minotauro se refere ao tradicional aparelho articulado do primeiro estilo de kung fu de Bruce Lee, que serve para apurar reflexos e o bloqueio.

“Você percebe que ele vem andando, fica a dois palmos do rival e bate sem apanhar. O treino [com o boneco] é um diferencial do Anderson.”

A técnica ficou evidente na última luta de Anderson, contra Stephan Bonnar, ano passado. De costas para a grade do octógono, Anderson bloqueou em todas as direções.

O cinema também serviu de inspiração para Anderson enriquecer o seu arsenal.

“Um dos nocautes mais bonitos que o Anderson deu foi no [torneio] Cage Rage. O Tony Fryklund se esquiva de um golpe e é na volta do braço que o Anderson o nocauteia.”

De fato, tal golpe pode ser reconhecido no filme “Ong-Bak” (“Guerreiro Sagrado”).

Um dos exercícios de Anderson na preparação para suas lutas é, posicionado de frente para uma parede, se desviar de bolas de tênis.

“Esse é um trabalho para o Anderson antecipar os movimentos dos adversários”, declara o preparador físico de Anderson, Rogério Camões.

Em encontro com jornalistas, o chefe do UFC, Dana White, ao fazer elogios a Anderson, mencionou enfaticamente uma frase de Bonnar.

Naquele combate, Anderson também chegou a baixar totalmente a sua guarda e, ainda assim, Bonnar não conseguiu conectar seus golpes.

“Ele [Bonnar] disse, ‘Esse Anderson vive no [filme] Matrix [trilogia famosa pelas sequências de luta]. Ninguém nunca fez isso comigo, era como se eu jamais tivesse lutado'”, lembrou Dana.

Imagem

Postado por: Vinícius Lee

Deixe o seu comentário e divulgue o nosso blog!
Curta a nossa página: http://www.facebook.com/bruceleebr
Siga-nos no Twitter: http://www.twitter.com/#!/brucelee_br
Participe do grupo: http://www.facebook.com/groups/bruceleebrasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s